• siteatlassociacao

Momento Safety

Os Quatro Componentes do Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional

A ideia essencial de qualquer SGSO, seja ele de um provedor de serviços ou de um órgão regulador, é de proporcionar uma abordagem sistemática para alcançar níveis aceitáveis de segurança operacional.

A ideia essencial de qualquer SGSO, seja ele de um provedor de serviços ou de um órgão regulador, é de proporcionar uma abordagem sistemática para alcançar níveis aceitáveis de segurança operacional.

O SGSO possui basicamente quatro componentes. São eles:

Política e Objetivos Da Segurança Operacional

A Política estabelece o compromisso da alta direção para melhorar continuamente a segurança operacional e define os métodos, processos e estrutura organizacional necessários para alcançar os objetivos de segurança operacional.

Gerenciamento do Risco à Segurança Operacional (GRSO)

O componente “gerenciamento do risco à segurança operacional” de um SGSO tem por objetivo desenvolver e implantar processos organizacionais e procedimentos para identificar os perigos e controlar/mitigar os riscos à segurança operacional decorrentes de uma operação aérea. É um processo formal dentro do SGSO, composto por:

Descrição do processo, Identificação dos perigos, Avaliação do risco, Análise do risco e Controle do Risco.

Garantia da Segurança Operacional (GSO)

As seguintes ações, quando implementadas, promovem a garantia da segurança operacional e consubstanciam-se em:

  1. Verificar o desempenho da segurança operacional da organização, comparando-a com as políticas e objetivos de segurança operacional, além de validar a eficácia dos controles de riscos implantados na organização;

  2. Assegurar que a organização disponha dos elementos necessários para melhorar a eficiência e reduzir os riscos;

  3. Assegurar que os procedimentos sejam executados consistentemente e de acordo com os requisitos aplicáveis, que os problemas sejam identificados e resolvidos e que a organização examine e melhore continuamente seus procedimentos, produtos e serviços;

  4. Assegurar que as medidas sistêmicas necessárias tenham sido tomadas de maneira a cumprir as metas de segurança da organização;

  5. Garantir o cumprimento dos requisitos do SGSO e as normas, políticas e diretrizes da agência reguladora através de:

  6. Adquirir informação por meio de auditorias, avaliações, relatos voluntários, análise de dados e sistema de avaliação.

Todas essas ações asseguram a melhoria contínua do sistema.

Promoção da Segurança Operacional

Inclui capacitação, comunicação e outras ações para criar uma cultura de segurança positiva em todos os níveis da organização.

As atividades de promoção da segurança operacional incluem:

  1. Fornecer o treinamento sobre SGSO;

  2. Assegurar o desenvolvimento e manutenção de uma cultura positiva de segurança operacional na organização;

  3. Assegurar a troca de informações sobre segurança operacional entre os funcionários, sensibilizando-os sobre as vantagens do sistema;

  4. Adequar as competências com os requisitos do sistema;

  5. Disseminar as lições de segurança operacional aprendidas.

  6. A difusão da informação acerca da segurança operacional é um pilar essencial para o desenvolvimento e a manutenção de um SGSO.

Assim sendo, com os quatro componentes do Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional examinados no presente artigo, é possível monitorar se um provedor de serviços ou órgão regulador mantém os níveis aceitáveis de segurança operacional.

Por: Fábio Maia, Analista de Safety ATL

  1. Fone: 5533-8150 (Ramal Safety)

atendimento.safety@atl.org.br

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo